quarta-feira, 20 de outubro de 2010

THE ECSTASY OF GOLD - THE GOOD, THE BAD, AND THE UGLY



Para encerrar o dia, um pouco da poesia músico-visual da dupla Sergio Leone/Ennio Morricone em The Good, The Bad, and The Ugly (1966). Os planos abertos de Leone e sua riqueza visual geram uma atmosfera de detalhes quase barroca, somada à melodia de Morricone, The Ecstasy of Gold vai além da promessa do título da trilha, e quase somos nós a cair de vertigem (e de tanto rodopiar) frente a sua beleza.

E agora para onde ir? Nesse momento é o espectador/ouvinte que, entorpecido, também não sabe...





ps: sorte, muita sorte de quem viu isso no cinema...

5 comentários:

  1. Foi a primeira trilha sonora do cinema composta sob influência do ecstasy. Morricone, inclusive, sob o efeito, antecipou a trilha do filme "A Missão".

    Sou da tese que todo compositor de trilha sonora é drogadito -- não tenho provas, só desconfianças.

    O layout do blog mudou?

    ResponderExcluir
  2. Pergunta que não quer calar: um blog rosa?! É o efeito do ecstasy?

    ResponderExcluir
  3. Artur, é um blog sessentista! Portanto psicodelia e alucinações róseo-alaranjadas são possíveis... e ainda por cima com bolinhas.

    ResponderExcluir
  4. Daí vemos a importância da música, e q música, ainda por cima com uma dose de ecstasy, o q se encaixa perfeitamente com sede pelo ouro, sem ela os giros não teriam sentido, mas só com ela ainda assim eu giraria.
    Sabia q o autor do blog era velho e chato, mas q tinha um juízo interessante, não.

    até a próxima...
    rosa com bolinhas?!

    ResponderExcluir
  5. Gente,

    ainda sobre as cores... ok, ok confesso: sou daltônico!!! Quase todo mundo é e daí? Quase ninguém assume. É isso que vocês queriam que eu dissesse?! rsrs

    ResponderExcluir