quarta-feira, 27 de outubro de 2010

LADYTRON: ou robôs que fazem músicas de delicados sonhos sombrios.



Conheci Ladytron a relativamente pouco tempo. Na verdade, no segundo semestre de 2007, ou seja, bem ali, e perdi muito tempo pois seu primeiro disco é de 2001. O som deles imediatamente lembra uma base rítmico-melódica do Kraftwerk, com um tanto da mesma atmosfera distópica e, de certa forma, melancólica. Considero que suas músicas trazem um recorte sonoro envolvente por movimentar grandes associações entre nosso tempo, sensibilidades, perspectivas e frustrações. Tudo somado a uma coisa bem simples, música boa pra ouvir, idéias pra pensar e batidas pra dançar.


"Computadores fazem arte" e nos fazem sonhar com carneiros mecânicos em dias de aço e bytes... Se deixe embalar pelas guitarras, sintetizadores e sequenciadores dessas máquinas de fazer sonhar.









Agradecimento a Dani pela dica sobre o tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário