sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

INIMIGOS: Gil Vicente


29ª Bienal de São Paulo
Artista: Gil Vicente
Obra: Inimigos


Destaque na 29ª Bienal de São Paulo, os desenhos de Gil Vicente em tamanho natural de si mesmo prestes a assassinar diversas celebridades políticas são uma espécie de desagravo geral, inconsciente, mudo, de todos que se veem de mãos atadas frente a violência institucional, simbólica, física e a sensação de que nada muda, porque não são dadas a mudar...
O assassinato frio, mas cheio de estilo revela a revolta frente paralisia: esta imposta, aprendida, voluntária, bovina, envergonhada, mas feliz.
Difícil ficar indiferente. Pra muitos, óbvio que pelo choque, pra poucos, uma redenção. 
Porque acreditar em algo, além da própria desgraça que é geral? Afinal, quem manda no mundo e quem o faz como ele é?
Quisera ser artista...

2 comentários:

  1. gostei muito dos desenhos e do que eles provocam em nós. Hoje dei um bom passeio pelo blog esta muito bom. Vou ver o filme que vc sugere da "ERA DA ESTUPIDEZ". Diz outros pra eu ir atrás. bjsss

    ResponderExcluir
  2. Olá Visitante, obrigado pelo comentário! segue mais um documentário (Terráqueos). Espero que curta. Apareça. Abraço.

    ResponderExcluir