sábado, 22 de janeiro de 2011

O Ceará e o risco do viés chinês de crescimento a qualquer custo



O Governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), reduziu o tom em relação ao alcance das limitações de atribuições no âmbito de licenciamento ambiental que seria imposta à Superintendência Estadual de Meio Ambiente (SEMACE). Aparentemente modificou a Mensagem enviada a votação pela Assembléia. Aprovada sem menção a liberação de licenciamento ambiental (atribuição da SEMACE) para grande obras, mesmo assim preocupa por liberar de licenciamento outros tipos de intervenções, ferindo a Constiuição Federal. Fica a questão, em que medida corremos um risco de cairmos no viés chinês de crescimento a qualquer custo? Claro que a questão do crescimento é fundamental e que a onda está a favor do Brasil nesse momento, mas... É possível, a essa altura do jogo se fazer de desentendido a respeito da crise ambiental e dos compromissos sócio-ambientais sem os quais não se pode mais pensar em desenvolvimento sustentável? Ainda há quem ache sustentável o uso da força política em favor dos interesses econômicos sem mediações ambientais? Quais os interesses não revelados desta atitude tão contraditória por parte do Governo do Estado?

Veja matéria da Tv Diário sobre a votação, aprovação e detalhes da Mensagem pela Assembléia Legislativa do Estado do Ceará.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário