sábado, 12 de março de 2011

Pela Janela: narrativa visual e balanços

Me dei conta a pouco que as vistas das janelas também contam histórias. A vida, além de um apanhado de nomes e pessoas, também é uma coleção de lugares, cidades e (in)certezas. Cada paisagem ajuda a compor um texto próprio de uma bastante sinuosa linha de vida. Não sei bem se olhando tudo nesse momento, com a inexorabilidade do presente a meu lado, se fiz o melhor ou pior ou se soube aproveitar o máximo o que cada momento/paisagem me oferecia. Ou mesmo porque estava ali. Tudo que posso dizer hoje é que cada lugar me fez, com amores, paixão, dores, alegrias, esperanças e perdas. O contrato do aluguel vencerá em breve. Hora de mudança.
Pena, algumas janelas de minha vida não deixaram registros, se perderam.


Qual será a próxima vista?
















Nenhum comentário:

Postar um comentário