quinta-feira, 9 de julho de 2015

Aniversário a Flor da Pele




Muito mais do que o normal, estava tomada em euforia. Sua pele estava sensível, havia um formigamento ao toque, sentia graça nas formas dos objetos, ao seguir curvas e linhas, sentir o quente e o frio, o áspero e o suave. Seus ouvidos conseguiam ouvir músicas que não conhecera antes, assim, pelos cantos casa. Havia um perfume novo em suas narinas, tão apaixonante que juraria ter cor. Seus olhos brilharam com a luz filtrada pela cortina, parecia mágica. Tudo era como sábado, tinha torpor e nenhum limite em querer, queria o que não sabia ainda querer. Queria a vida diferente e pronto, não precisava de nenhuma resposta. Apenas lhes serviam os sinais de encantamento que as belezas mais impossíveis lhe mostravam. Vestiu seu vestido de todas as cores, ainda que quase nada vestisse. Foi para rua abraçar o desconhecido, pois era dia de aniversário.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

HashFinger - A1.December.11

The Electronic Circus - Direct Lines (1981)

Edward Hopper em Gotham City


Nada Fica

Edward Hopper


Meu bem,

Tenho trabalhado tanto e tanto não tenho feito nada. Pena, nunca consegui encontrar as pílulas de ascese do Dr. Weber. Parece que todos que conhecia as tomaram, estão sumidas do mercado. Tudo melhora às sextas, há o gosto de café e a noite, cerveja. Segunda a labuta tem um gosto de passado, não há como respirar o passado, parece com os sonhos sobre a Escola. Nunca são bons. Já basta a dor de cabeça ao acordar. 
Lembrei que você falava sobre o futuro. Agora nenhum dos meus amigos mais fala sobre o futuro, provavelmente por estar muito próximo, bem ali, poucos anos. Sem prorrogação. Preferem falar dos filhos. 
Há pouco tempo pra todos nós. Nada fica.
Quisera um carnaval como nunca tive na vida. 
E não ter que levantar na quarta-feira.


Sinceramente