quinta-feira, 12 de maio de 2016

Uma Infinita Tristeza III


Lula abraça Dilma no Palácio do Planalto.



O Golpe de Estado no Brasil está consumado.
Mais uma vez as velhas oligarquias, elites fundiárias, rentistas, setores reacionários tomam o poder de assalto.

Vergonhosamente o Brasil assume seu papel de vira-latas da política, piada internacional. "Republica de Bananas", mais do que conveniente diante do vergonhosa falência de nossas instituições, que deveriam zelar pela Constituição e pela Democracia.

Os que hoje celebram o Golpe, como em 1964, ou estão investidos de ma-fé, o que é cruel pelo cinismo. Ou então, alienados, o que não é menos imperdoável. 

As classes menos favorecidas, os pobres e trabalhadores sentirão na pele logo mais a pior parte do resultado nefasto de todo o conluio neoliberal em curso.

Os EUA reconhecem o Golpe, claro, lucrará muito com a manobra da plutocracia tupiniquim que subtraiu 54 milhões de votos.

A Democracia no Brasil demorará muitos anos para tornar a se reerguer.

Oxalá, esteja errado.

Ao povo, restará a luta pela reconstrução de um projeto de nação autônoma, popular, solidária, justa, tolerante, igualitária e próspera. 

Às ruas!
Fora Temer!

Eleições Diretas já!

Fascistas, não passarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário