quinta-feira, 26 de julho de 2012

A moça das fotos

Marc chagall -  Aleko and Zemphira by Moonlight
Um dia qualquer de sorte, numa tarde de sábado, vendo aquela moça e sua câmera. Só restava a ele perder-se em pensar nas sutilezas agridoces de estar por ali, à toa naquele gramado enquanto ela fotografava. Distante a moça sorriu, apanhada sem proteção, por dois segundos, em pleno ato de capturar a alma dele pra sempre. Ao final, além da foto, teria dele também um suspiro. Quanto a ele, só ao longe, coube-lhe ficar com uma imagem de filme a se desenrolar mil horas depois, na qual, numa de suas imprevistas continuações aquela bela moça de compridos cabelos pretos lhe devolveria sua alma através de um beijo. Para, apenas, levar-lhe no ato o resto de seu coração.


Um comentário:

  1. pesado, como os que tenho lido ultimamente...

    ResponderExcluir